Comparando a criminalidade nas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) em Salvador, Bahia, Brasil

Autores

  • Luís Henrique Ferreira PCBA

DOI:

https://doi.org/10.56081/2763-9940/revsusp.v1i2.a10

Palavras-chave:

indicadores criminais; avaliação de política pública; análise criminal; segurança pública.

Resumo

Este estudo quantitativo, de caráter exploratório, pretendeu examinar e compreender a distribuição espacial da criminalidade no município de Salvador, capital do estado da Bahia, no período entre os anos de 2014 e 2019, e as associações dela com indicadores socioeconômicos locais. Os dados utilizados, foram secundários, extraídos do sítio da Secretária da Segurança Pública do Estado da Bahia – SSPBA e do Painel de informações: dados socioeconômicos do município de Salvador por bairros e prefeituras-bairro. Teve como justificativa a construção de um indicador que reúna as diversas variáveis criminais monitoradas pela SSPBA com a finalidade de comparar a criminalidade total entre as AISP que dividem o município de Salvador. Para tanto, foram aplicadas Técnicas de Estatística Multivariada, como a análise de componente principal – ACP e a regressão linear. Entre os resultados destacaram-se: As construções de três indicadores para as intensidades das criminalidades, geral, contra o patrimônio e contra a pessoa; as estimações dos relacionamentos entres os indicadores criminais e as variáveis socioeconômicas e a identificação da distribuição espacial da criminalidade, em termo de intensidade, e do comportamento temporal.

Referências

ALVES, Luiz G. A. et al. Distance to the Scaling Law: A Useful Approach for Unveiling Relationships between Crime and Urban Metrics. PLoS ONE, v. 8, n. 8, p. e69580, 5 ago. 2013. Disponível em: <https://dx.plos.org/10.1371/journal.pone.0069580>. Acesso em: 21 jul. 2021.

BAHIA. Estatística 2014 - Secretaria da Segurança Pública. Disponível em: <http://www.ssp.ba.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=36>. Acesso em: 11 set. 2021.

BAHIA, CONDER Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia. Painel de informações: dados socioeconômicos do município de Salvador por bairros e prefeituras-bairro /Sistema de Informações Geográficas Urbanas do Estado da Bahia (INFORMS - Organizador). . Salvador: [s.n.], 2016.

BARRETO, Ricardo Candéa Sá; SANTOS, Eli Izidro Dos; CARVALHO, Ícaro Célio Santos De. POBREZA ESPACIAL EM SALVADOR: UMA ANÁLISE DOS SETORES CENSITÁRIOS DO PNUD PARA 2000 E 2010. Revista de Estudos Sociais, v. 20, n. 40, p. 192–225, 4 jul. 2018. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/res/article/view/6344>. Acesso em: 17 set. 2021.

Criminalidade | Michaelis On-line. Disponível em: <https://michaelis.uol.com.br/busca?id=oNpn>. Acesso em: 7 set. 2021.

DANCEY, Christine; REIDY, John. Estatística sem Matemática para Psicologia. Porto Alegre: Atmed, 2006.

DEUTSCHE WELLE. Criminalidade | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 27.08.2021. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-002/criminalidade/t-55318316>. Acesso em: 7 set. 2021.

FIGUEIREDO, Sabrina Oliveira De et al. Fatores determinantes do controle da criminalidade em gestão de políticas de segurança pública. Revista de Administração Pública, v. 55, n. 2, p. 438–458, 5 maio 2021. Disponível em: <http://www.scielo.br/j/rap/a/gt8jhYSbyXSfX9YHmydQDQk/>. Acesso em: 7 set. 2021.

G1BA. Moradores relatam “lei de não roubar” imposta por traficantes no complexo do Nordeste de Amaralina, onde homens foram mortos por furto de carne | Bahia | G1. Disponível em: <https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2021/05/21/moradores-relatam-lei-de-seguranca-imposta-por-traficantes-no-complexo-do-nordeste-de-amaralina-onde-homens-foram-mortos-por-furto-de-carne.ghtml>. Acesso em: 25 set. 2021.

GORDON, M. B. A random walk in the literature on criminality: A partial and critical view on some statistical analyses and modelling approaches. European Journal of Applied Mathematics, v. 21, n. 4–5, p. 283–306, out. 2010. Disponível em: <https://www.cambridge.org/core/journals/european-journal-of-applied-mathematics/article/abs/random-walk-in-the-literature-on-criminality-a-partial-and-critical-view-on-some-statistical-analyses-and-modelling-approaches/C42B0CD1851A7FE3DF58FD658E55FDC9>. Acesso em: 21 jul. 2021.

HAIR, Joseph. Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HONGYU, Kuang; SANDANIELO, Vera Lúcia Martins; JUNIOR, Gilmar Jorge de Oliveira. Análise de Componentes Principais: Resumo Teórico, Aplicação e Interpretação. E&S Engineering and Science, v. 5, n. 1, p. 83–90, 29 jun. 2016. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/3398>. Acesso em: 7 set. 2021.

IPEA. Ipeadata. Disponível em: <http://www.ipeadata.gov.br/ExibeSerie.aspx?serid=31924>. Acesso em: 14 set. 2021.

KAHN, Tulio. Medindo a Criminalidade: Um Panorama dos Principais Métodos e Projetos Existentes. Ipea, 2000. Disponível em: <https://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/arquivos/artigos/9210-3765-anais-forum-cesec-ipea-59-87.pdf>. Acesso em: 26 set. 2021.

LOEASCH, Claudio; HOELTGEBAUM, Marianne. Métodos estatísticos multivariados. São Paulo: Saraiva, 2012.

LOESCH, Claudio; HOELTGEBAUM, Marianne. Métodos estatísticos multivariados. São Paulo: Saraiva, 2012.

MACEDO, Adriana C et al. Violência e desigualdade social: mortalidade por homicídios e condições de vida em Salvador, Brasil. Revista de Saúde Pública, v. 35, n. 6, p. 515–522, dez. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000600004&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: 26 maio 2020.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2017.

MERCHÁN-HAMANN, Edgar; TAUIL, Pedro Luiz; COSTA, Marisa Pacini. Terminologia das medidas e indicadores em epidemiologia: subsídios para uma possível padronização da nomenclatura. Informe Epidemiológico do Sus, v. 9, n. 4, p. 276–284, dez. 2000. Disponível em: <http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-16732000000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 11 set. 2021.

NEISSE, Anderson Cristiano; HONGYU, Kuang. Aplicação de componentes principais e análise fatorial a dados criminais de 26 estados dos EUA | E&S Engineering and Science. E&S Engineering and Science, p. 105–115, 2016. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/4354>. Acesso em: 7 set. 2021.

OLIVEIRA, Marcos et al. Spatio-temporal variations in the urban rhythm: the travelling waves of crime. EPJ Data Science, v. 7, n. 1, p. 29, 26 dez. 2018. Disponível em: <https://epjdatascience.springeropen.com/articles/10.1140/epjds/s13688-018-0158-4>. Acesso em: 21 jul. 2021.

PIO, João Gabriel; BRITO, Ana Carolina Santos; GOMES, Alexandre Lopes. CRIMINALIDADE NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (RJ) As influências das políticas públicas e as relações a curto e longo prazos. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 36, n. 106, p. 1–19, 22 jan. 2021. Disponível em: <http://www.scielo.br/j/rbcsoc/a/P8NPDMrGjMyJDKMRz8WHRvK/>. Acesso em: 7 set. 2021.

PORTELLA, Daniel Deivson Alves et al. Homicídios dolosos, tráfico de drogas e indicadores sociais em Salvador, Bahia, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 2, p. 631–639, 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232019000200631&tlng=pt>.

SANTOS, Denisson da Silva; NASCIMENTO, Willber da Silva; ROCHA, Enivaldo Carvalho Da. Indicador Brasileiro de Criminalidade. 2016, Caxambu: ANPOCS, 2016. Disponível em: <https://www.anpocs.com/index.php/papers-40-encontro/st-10/st03-8/10149-indicador-brasileiro-de-criminalidade/file>. Acesso em: 7 set. 2021.

SILVA, Maurício Corrêa; SILVA, José Dionísio Gomes da Silva. Avaliação do desempenho de instituições públicas e privadas: análise de componentes principais e análise fatorial. Campinas: Editora Alínea, 2020.

SOUSA, Carlos Augusto Moreira De; SILVA, Cosme Marcelo Furtado Passos Da; SOUZA, Edinilsa Ramos De. O efeito do contexto sobre a incidência de homicídios: existem evidências suficientes? Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 22, n. 66, p. 915–927, set. 2018. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832018000300915&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: 19 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2022-12-05

Como Citar

Ferreira, L. H. (2022). Comparando a criminalidade nas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) em Salvador, Bahia, Brasil. Revista Do Sistema Único De Segurança Pública, 1(2). https://doi.org/10.56081/2763-9940/revsusp.v1i2.a10

Edição

Seção

Artigos